Cervejaria Evil Twin

Categories: Curiosidades,Novidades

Já ouviram falar de Gypsy Brewery, ou Cervejaria Cigana? É um conceito relativamente novo, que ganhou destaque com Mikkel Borg-Bjergsø, dinamarquês, criador das cervejas Mikkeller.

A ideia é bem simples: Ao invés de montar uma cervejaria, usa-se a estrutura de uma cervejaria já existente. O mestre-cervejeiro cigano cuida da receita e do processo de fabricação, e a cervejaria cede o espaço, a estrutura e pode cuidar até da distribuição das cervejas. Isso é benéfico para ambas as partes, já que muitas vezes o mestre-cervejeiro não quer investir seu dinheiro na construção de uma estrutura profissional de fabricação, prefere concentrar suas energias na criação de novas cervejas, deixando de lado toda a papelada burocrática de registro e impostos das cervejas, e a cervejaria ganha na inovação e na troca de informações do seu mestre-cervejeiro oficial com o mestre-cervejeiro visitante. Muitas vezes também, a cervejaria possui uma capacidade de produção bem superior ao que ela realmente produz, e ocupar esse espaço ocioso com novas receitas, é lucrativo para a empresa.

Jeppe Evil Twin

Assim como Mikkel, seu irmão gêmeo Jeppe Jarnit-Bjergsø, criou sua Cervejaria Cigana chamada Evil Twin (Gêmeo Malvado, em uma tradução livre) e vem ganhando cada vez mais destaque no cenário mundial, chegando a ultrapassar seu irmão no ranking mundial de cervejas. Sabem aquelas eternas brigas entre irmãos, onde ambos continuam gostando muito um do outro? Pois é…

No Brasil temos algumas experiências acontecendo, com conceitos parecidos com esse da Evil Twin, cervejeiros que utilizam a estrutura de outras fábricas para produzir suas receitas, como a 2Cabeças (atualmente utilizando a Cervejaria Cidade Imperial), a Coruja (que utiliza as instalações da Saint Bier), a DUM (que utiliza os equipamentos da Gauden Bier) e algumas outras.

Dizem que Mikkel e Jeppe são como os irmãos Gallagher, do Oasis, e que por atuarem no mesmo segmento, às vezes existem alguns atritos (link para a matéria mais detalhada, no New York Times).

Vinicius Costa
Author: Vinicius Costa

Carioca, já foi desenvolvedor de sistemas, fotógrafo e bonsaísta. Resolveu colocar sua paixão por cervejas à prova. De Pilsner à Russian Imperial Stout, passando por Barley Wines, Sours e Rauchbiers, sendo cerveja, tá valendo. Continua regando seus bonsai, mas hoje cuida mais do Cerveja Social Clube. Cerveja preferida? A próxima!

One Response to "Cervejaria Evil Twin"

  1. Erick Mesquita Posted on 10 de maio de 2016 at 1:12

    A Dinamarca deve ser muito pequena, Mikkeler foi professor de dois caras, que eu não lembro o nome agora, que mais tarde fundaram a To Øl

Deixe uma resposta