Nas terras de João Paulo II

Categories: Cervejas,Curiosidades

Para quem espera um texto religioso sobre a Polônia, desculpe-me a falsa impressão, é que ele realmente é importante para o povo de lá e falar sobre a Polônia sem mencioná-lo é difícil, por isso dediquei-o o título. Entretanto, como aqui é um espaço cervejeiro, não fugirei do tema e para os que pensam que o clima é fundamental para a determinação da cerveja local, desculpe-lhes dizer que estão errados. Sim, ele influencia muito, como no caso de países como o Brasil que tem cervejas refrescantes ou a Inglaterra que possuem cervejas mais secas e com malte torrado, mas não é determinante, como na Polônia.

tyskie-grand-prix

Visitei a Polônia no inverno, logo era raro vermos os termômetros acima dos 4ºC, mas apesar disso, as cervejas na Polônia são bem leves e em sua maioria Lager, não possuem notas fortes de nenhum ingrediente ou aromas exóticos, apesar da difícil pronúncia, como Tyskie ou Zywlec (as duas mais consumidas por lá), as cervejas são fáceis de tomar e podem ser bebidas em grandes quantidades.

As cervejas lá são vendidas em mercados normais, apesar de ter diversas lojas especializadas em bebidas, porém essas lojas vendem quase que exclusivamente destilados. Outro fato interessante da Polônia é que apesar da bebida típica ser o destilado, ela é o quinto país com maior consumo per capita de cerveja (pesquisa realizada por Kirin Holdings, em 2012), perdendo apenas para República Tcheca, Áustria, Alemanha e Estônia. Nós estamos em 24º lugar nessa pesquisa.

Pode se dizer que além de belas paisagens, uma religiosidade forte e um fanatismo exagerado no futebol, a Polônia é um país onde cerveja não só é bem-vinda como também muito bem apreciada!

Matheus Mizrahi
Author: Matheus Mizrahi

Em uma manhã de sábado, saiu de casa para cortar cabelo e acabou entrando -por engano- em uma loja de cervejas. Saiu de lá 2 dias depois, tendo provado quase todos os rótulos disponíveis e decidiu só cortar o cabelo novamente quando provar todas as cervejas do mundo.

2 Responses to "Nas terras de João Paulo II"

  1. MOISES YECHUA Posted on 2 de abril de 2015 at 0:31

    Uma surpresa saber sobre a leveza das polacas, apesar da tradição local da vodka e afins. Quanto a nós, precisamos sair do 24o lugar e chegar logo ao top ten.

  2. Thalissa Posted on 2 de abril de 2015 at 9:45

    Adorei!

Deixe uma resposta