<>

E agora José?

E agora, José? Estive afastado dos teclados, é verdade. Não por escolha pessoal, mas é que trabalhar escrevendo acaba afastando-me da escrita pelo puro prazer. A escrita moleque, cheia de malemolência frasais e dribles gramaticais. Enfim, menos sobre mim, já que estou de volta (como você deve ter percebido), e mais sobre cervejas. Como correspondente…